Metas que vão nos guiar para o Rio do futuro.

Conheça cada uma das metas desse tema, divididas por subtemas e descubra como definimos todas as nossas iniciativas.

 

 

 

 

 

 

 

Iniciativa 3.01

Projeto Praça-Bosque

O que é:
Adensar vegetação de praças existentes e implantar praças com alta densidade arbórea nas APs 3, 4 e 5, totalizando 350mil m2 de áreas verdes.
Resultados esperados:
Incrementar a qualidade ambiental em bairros das APs 3, 4 e 5, atendendo com o programa 350.000m2 de praças que terão sua cobertura vegetal aumentada em 60% e efetuando o plantio total de cerca de 50 mil árvores no entorno, possibilitando a ampliação da extensão da Cidade atendida por uma área verde localizada a 15 minutos de distância. O programa busca, ainda, requalificar a centralidade dos bairros, expressa pelas praças locais, e respeitar as manifestações sociais espontâneas, garantidas pela presença de espaço público de qualidade.
Melhoria do microclima local.
Alinhamento com metas:
M10
Ampliar em 180km2 a área da Cidade atendida por uma área verde a 15 minutos de distância, até 2020

 

 

 

Iniciativa 3.02

Florestas Cariocas

O que é:
Programa de proteção e recuperação do Bioma Mata Atlântica via elaboração de legislação adequada, manutenção e enriquecimento de áreas verdes reflorestadas e implantação de corredores verdes para interligação de fragmentos do bioma.
Resultados esperados:
Garantir que o Bioma Mata Atlântica presente na Cidade tenha condições sustentáveis para manter sua diversidade e extensão, despertando na população maior interesse e participação na sua proteção e recuperação.
Alinhamento com metas:
M11
Proteger e ampliar a Mata Atlântica na Cidade do Rio de Janeiro, garantindo que, pelo menos, 80% de sua área esteja protegida através de legislação específica e enriquecendo 2.300ha de áreas reflorestadas, até 2020

 

 

 

Iniciativa 3.03

Roça Carioca

O que é:
Programa de fortalecimento da produção agroecológica da Cidade do Rio de Janeiro, preferencialmente em áreas frágeis para urbanização de incentivos da Prefeitura.
Resultados esperados:
Desenvolvimento socioeconômico com a ampliação da produção local de alimentos agroecológicos e fortalecimento da agricultura familiar, redução dos ícones de ocupação irregular de terrenos ociosos e, sobretudo, prover reforço na alimentação, além de despertar o interesse das crianças da Rede Escolar Pública Municipal para uma alimentação mais saudável.
Alinhamento com metas:
M12
Aumentar em 20% a produção agrícola local até 2020, dando ênfase aos produtos agroecológicos

 

 

 

Iniciativa 3.04

Expansão do Saneamento

O que é:
Ampliar o esgotamento sanitário no Município para 80% de cobertura.
Resultados esperados:
A iniciativa visa reduzir as desigualdades da cobertura com tratamento de esgoto nas diversas áreas da Cidade, reduzindo a incidênica de doenças veiculadas por meio hídrico, bem como valorizando economicamente as áreas saneadas.
Alinhamento com metas:
M7
Alcançar o índice de 80% da população com cobertura de tratamento de esgoto, evitando o lançamento de 43 milhões de litros de esgoto nos corpos hídricos por ano, até 2020
M8
Aumentar em 10km a extensão da costa praiana balneável até 2020, chegando a 45km no Município

 

 

 

Iniciativa 3.05

Sustentabilidade Hídrica

O que é:
Manejo adequado dos recursos hídricos através de medidas para reduzir a vulnerabilidade hídrica, buscando o equilíbrio entre a oferta e a demanda por água.
Resultados esperados:
O Município, no exercício de suas competências, contribuirá para a racionalização do uso da água potável, o controle de perdas na distribuição, o aumento de oferta hídrica e o incremento da utilização de água de reuso para fins não potáveis, contribuindo para a redução da vulnerabilidade hídrica em função da atual dependência do sistema Guandu.
Definição da estratégia a ser adotada nos próximos anos para a obtenção de segurança hídrica para a Cidade do Rio de Janeiro, aumento significativo do potencial de reservação da Cidade e redução do consumo dos prédios conectados à rede de abastecimento.
Melhor aproveitamento da água, tanto no seu consumo, quanto no seu reúso; preservação dos recursos hídricos; redução das contas de água dos próprios municipais e valorização ambiental dos corpos hídricos, integrando-os à Cidade.
Alinhamento com metas:
M9
Reduzir em 25% o volume de água potável medido nos prédios municipais, até 2020

 

 

 

Iniciativa 3.06

Mais Praias

O que é:
Melhorar a qualidade das águas dos corpos hídricos contribuindo para o aumento da extensão de costa praiana balneável.
Resultados esperados:
Recuperar recursos hídricos da Cidade, inclusive aumentando a extensão de praia balneável, devolvendo à população áreas para seu usufruto e ainda estimulando a economia da Cidade em torno desses corpos hídricos recuperados.
Alinhamento com metas:
M7
Alcançar o índice de 80% da população com cobertura de tratamento de esgoto, evitando o lançamento de 43 milhões de litros de esgoto nos corpos hídricos por ano, até 2020
M8
Aumentar em 10km a extensão da costa praiana balneável até 2020, chegando a 45km no Município

 

 

 

 

 

 

Iniciativa 3.07

Programa de Gestão de Resíduos Sólidos

O que é:
Otimização da logística para a disposição final de resíduos sólidos, reduzindo a quantidade de resíduos enviados para o aterro sanitário e aumentando a recuperação de materiais recicláveis no sistema COMLURB.
Resultados esperados:
Redução da quantidade de resíduos dispostos em aterros, redução das emissões de gases de efeito estufa e aumento da quantidade de recuperação de recicláveis e da fração orgânica, sem que isso leve a um reajuste de taxa do lixo.
Alinhamento com metas:
M2
Reduzir em 35% o volume de resíduos enviados para o aterro e alcançar 30% de recuperação do lixo reciclável recolhido no sistema COMLURB, até 2020

 

 

 

Iniciativa 3.08

Rio Construção Sustentável

O que é:
Programa de incentivos à construção sustentável da Cidade do Rio de Janeiro.
Resultados esperados:
Redução do consumo de água e energia das edificações cariocas, com consequente redução das emissões de gases de efeito estufa do setor, otimização no uso da água e eficiência energética, mantendo as condições de habitabilidade das construções.
Alinhamento com metas:
M1
Reduzir 20% das emissões de gases de efeito estufa de responsabilidade da Cidade até 2020, tendo como referência o ano de 2005
M3
Implementar a Certificação Qualiverde para 15% das novas edificações privadas e públicas até 2020, além de implementar incentivos para outras edificações

 

 

 

Iniciativa 3.09

Iluminação Pública Eficiente

O que é:
Substituição de lâmpadas de iluminação pública por lâmpadas LED com ênfase na iluminação de calçadas.
Resultados esperados:
Diminuição de consumo de energia (economia estimada de R$ 60 milhões/ano e consequente redução de emissões de gases GEE), 33% menos gastos com manutenção, melhoria da sensação de segurança e maior eficiência geral da iluminação pública da Cidade.
Alinhamento com metas:
M1
Reduzir 20% das emissões de gases de efeito estufa de responsabilidade da Cidade até 2020, tendo como referência o ano de 2005
M4
Implementar tecnologia LED com Smart Grid em 60% dos pontos de iluminação pública existentes e melhorar a iluminação das calçadas em 320km de logradouros, até 2020

 

 

 

Iniciativa 3.10

Controle de Alagamentos

O que é:
Ações de drenagem que visam a redução da extensão de ruas submetidas a alagamentos.
Resultados esperados:
Dotar a Cidade de estruturas de drenagem que reduzam o impacto dos eventos chuvosos ao patrimônio, à segurança individual do cidadão, à circulação de bens e serviços e à mobilidade urbana.
Alinhamento com metas:
M5
a) Reduzir em 30% a extensão de ruas submetidas a alagamento até 2020

 

 

 

Iniciativa 3.11

Controle de Enchentes – Rio Acari

O que é:
O projeto fará o desassoreamento de um trecho do Rio Acari e implantação de seções de projeto na calha desse rio.
Resultados esperados:
Dotar a Cidade de elementos constituintes dos sistemas de macrodrenagem capazes de reduzir o impacto dos eventos de chuvas intensas, no que tange à saúde pública, aos aspectos viário, patrimonial e ambiental, além de revisar o controle de enchentes urbanas, aumentando a resiliência da Cidade. A população beneficiada é estimada em 950 mil pessoas.
Alinhamento com metas:
M5
b) Beneficiar 50.000 habitantes diretamente impactados pela mancha de inundação ordinária* da bacia do Rio Acari, até 2020

* Tempo de recorrência de dois anos.

 

 

 

Iniciativa 3.12

Rio Resiliente

O que é:
Ações de resiliência: indicadores, educação, preparação da Cidade e do cidadão para riscos e desastres.
Resultados esperados:
i) Incorporação nos processos de planejamento e gestão urbana das diretrizes e recomendações do Plano de Adaptação às Mudanças Climáticas.
ii) Maior conhecimento acerca das emissões de gases de efeitos estufa, das interações climáticas e da qualidade do ar, para fins de mitigação, prevenção a desastres, ações de saúde e de qualidade de vida.
iii) População e servidores mais aptos a agir concretamente na prevenção e resposta a crises e em temas de mudanças climáticas, defesa civil, meio ambiente e consumo sustentável.
iv) Aprimoramento das operações de rotina da Cidade, com menor tempo e mais qualidade na resposta a crises, de forma integrada com órgãos de todas as esferas governamentais.
Alinhamento com metas:
M6
Aumentar a resiliência da Cidade dobrando o número de riscos climáticos monitorados e quadruplicando o número de simulados de resposta a emergências com pelo menos 15 órgãos, até 2020